Boas Práticas no Uso de Dispositivos Móveis Corporativos

A mobilidade torna-se cada vez mais importante para a concretização de ações estratégicas no âmbito destaCorte de Contas, impulsionando a produtividade, colaboração e acesso a informações corporativas. A utilização de dispositivos móveis, tais como: smartphones, notebooks e tablets, está sendo cada vez mais difundida dentro das organizações, seja para dar mobilidade às atividades de trabalho ou para otimizar a interação entre os usuários. No ambiente do Tribunal de Contas do Estado de Rondônia – TCE-RO, onde as ferramentas tecnológicas são difundidas diariamente não é diferente.Assim, a presente cartilha de boas práticas visa trazer instruções para o uso correto desses dispositivos móveis, no intuito de minimizar os riscos envolvidos em sua utilização, contribuindo para melhor segurança de uso e guarda dos equipamentos.

Detalhes clique aqui.

Mais segurança e velocidade aos usuários

O Tribunal de Contas do Estado de Rondônia (TCE-RO) concluiu recentemente a modernização de todo o seu ambiente de servidores nos Data Centers.

De acordo com a Secretaria Estratégica de Tecnologia da Informação e Comunicação (Setic), a necessidade de garantir a continuidade e confiabilidade de operação da rede ganhou ênfase no período de migração do processo físico (em papel) para a adoção do processo digital. A Setic tem ciência que sempre será preciso melhorar a infraestrutura e o grau de confiabilidade da infraestrutura de TI garantindo a performance dos sistemas e serviços oferecidos.

Dentre os principais benefícios estão: a facilidade de gestão pela centralização serviços; maior confiabilidade na comunicação de dados e consequentemente melhor desempenho no acesso às aplicações, resultando em ganho de produtividade; redução de custos com eliminação dos serviços de manutenção e eliminação de novos investimentos em equipamentos independentes.

O Futuro?

As atenções se voltam agora para soluções que nos permitam maior performance e escalabilidade da rede e sistemas. Para isso, buscamos adquirir uma solução que trabalhe ativamente o ambiente, desde a camada de rede até a camada de aplicação, é que nós ajudemos a descobrir, monitorar e solucionar incidentes de forma proativa.

Módulo de acompanhamento dos prazos processuais dos gabinetes é implementado no PCe para controle da Corregedoria

Já está disponibilizado desde esta quarta-feira (1º) o novo módulo implementado no sistema de Processo de Contas eletrônico (PCe), destinado ao controle automatizado do cumprimento dos prazos de julgamento pela Corregedoria.

A funcionalidade, planejada pela Corregedoria e desenvolvida pela Secretaria Estratégica de Tecnologia da Informação e Comunicação (Setic), visa induzir melhorias no desempenho do TCE-RO no que se refere à agilidade no julgamento de processos, bem como promover transparência às atividades dos gabinetes.

COMO FUNCIONA

O novo módulo permite o controle simultâneo e automatizado pela Corregedoria dos prazos definidos pelo Conselho Superior de Administração para julgamento.

A ferramenta, a partir dos critérios e variáveis fixados pela Corregedoria, emitirá relatórios automatizados aos Gabinetes nos casos de descumprimento e risco de descumprimento dos prazos, a partir de verificações semanais. Além disso, permitirá, aos Chefes de Gabinete, acompanhar, em tempo real, o transcurso do tempo para cada processo por meio de um painel com indicadores de risco.

Esse sistema de controle substituirá o processo manual de correição dos gabinetes, por meio do qual são encaminhadas, bimestralmente, informações de estoque e julgamento – otimizando tempo e custo de encaminhamento e análise.

Os alertas e relatórios realizados pelo sistema serão mantidos na base de dados da Corregedoria do TCE, que, munida dessas informações, poderá recomendar melhorias e aprimoramentos no que tange às práticas gerenciais, assim como propor novas metas de julgamento de processos.

PRÓXIMO PASSO

O objetivo da Corregedoria é criar ferramentas que automatizem os controles processuais, por força disso, o próximo passo será planejar a extensão desse sistema para todas as áreas que atuam nos processos finalísticos, dentre as quais a Secretaria Geral de Controle Externo e o Ministério Público de Contas.

Aplicativo Opine aí e sistema de banco de dados são destaques do TCE na Campus Party Rondônia

Aplicativo Opine aí e sistema de banco de dados são destaques do TCE na Campus Party Rondônia

06 de agosto de 2018 | 13:45

A servidora do TCE, Raissa da Silva, durante sua palestra na Campus Party RO

Apresentações sobre o aplicativo Opine aí e o banco de dados com ênfase ao sistema PostgreSQL marcaram a participação do Tribunal de Contas (TCE-RO) na Campus Party Rondônia 2018, evento encerrado no último domingo (5), nas dependências do Sesi da avenida Rio de Janeiro, em Porto Velho.

Voltado a pessoas interessadas por tecnologia em atividades que envolveram inovação, ciências, empreendedorismo, criatividade e universo digital, o evento teve, entre outras ações, palestras, workshops, hackathons (maratonas de programação em dados) e networking com os participantes.

O auditor de controle externo Elton Parente usou o exemplo do Opine aí como instrumento de participação social e inovação na gestão pública

Nesta edição, o TCE-RO foi assunto em duas apresentações, ambas na última quinta-feira (2). Uma delas foi com o auditor de controle externo, Elton Parente de Oliveira, que palestrou no palco Empreendedorismo & Startup da Campus Party, abordando o tema “Empreenda na Nova Economia Hoje”.

Na oportunidade, destacou o impacto da tecnologia nas atividades empreendedoras nas áreas pública e privada, demonstrando o exemplo do aplicativo Opine Aí, como instrumento de participação social e inovação na gestão pública, que a exemplo da área privada tem experimentado as novas oportunidades e soluções tecnológicas já disponíveis.

O aplicativo – disponível, gratuitamente, no Google Play (acesse aqui), para equipamentos Android, e na App Store (aqui), para dispositivos iOS – visa, principalmente, a manifestação do cidadão quanto à qualidade da prestação dos serviços públicos que recebe em Rondônia, contribuindo para a justiça e equidade social, assim como o combate ao desperdício dos recursos públicos.

BANCO DE DADOS

Já a servidora do TCE, Raissa da Silva de Menezes Korehisa, ministrou palestra com o tema “”PostgreSQL em tempos de Big Data”, no palco Coders & Makers. Entre outros pontos, citou a importância da evolução do “big data” (grande volume de dados) para diversos setores, incluindo a administração pública, envolvendo aspectos como a transparência e o controle, entre outros.

Ainda sobre a temática, a palestrante ainda discorreu sobre os benefícios do uso do PostgreSQL, avançado sistema gerenciador de bancos de dados de código aberto, que possui diversos recursos. Ao final, esclareceu dúvidas dos participantes sobre a temática.

TCE participa de evento voltado à área de TI em Porto Velho

Estará sendo realizado nas dependências do Sesi da avenida Rio de Janeiro, em Porto Velho, desta quarta-feira (1º) até o próximo domingo (5), a Campus Party Rondônia, evento voltado à área tecnológica.

Nesta edição, a servidora do TCE, Raissa da Silva de Menezes Korehisa, ministrará palestra com o tema “”PostgreSQL em tempos de Big Data”, na qual abordará, entre outros assuntos, o banco de dados com ênfase ao sistema PostgreSQL.

A apresentação será feita nesta quinta-feira (2), às 13h, no palco Coders & Makers/Sesi. Para participar, basta se inscrever, por meio deste link.

O EVENTO

A Campus Party Brasil é o principal evento tecnológico realizado no Brasil, reunindo grande número de comunidades e entusiastas de tecnologia e cultura digital. O evento, que é anual, teve seu início no Brasil em 2008. Para saber mais sobre a Campus Party Brasil, clique aqui.

Sistema SEI é apresentado para servidores do TCE-RO

O conselheiro presidente Edilson de Sousa fez o lançamento oficial do SEI no TCE-RO

 

Foi realizado no auditório do Tribunal de Contas (TCE-RO), nessa segunda-feira (21), o lançamento do Sistema Eletrônico de Informações (SEI) para todos os servidores do TCE. Trata-se de solução tecnológica disponibilizada pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) que visa atender objetivos da Corte no que se refere a sustentabilidade econômica e ambiental, trazendo benefícios como a virtualização de 100% dos documentos que tramitam na Corte.

Essa possibilidade foi destacada, na abertura, pelo conselheiro presidente Edilson de Sousa, ao falar sobre as vantagens de utilizar o SEI. “Além de possibilitar mais agilidade, transparência e segurança nos processos de trabalho, o SEI definitivamente nos leva a dar mais um passo rumo ao papel zero nesta Corte de Contas, representando uma economia para o TCE e para os cofres públicos”, disse.

O secretário Marcelo Rech citou alguns dos benefícios da implementação do SEI para o Tribunal
O secretário Marcelo Rech citou alguns dos benefícios da implementação do SEI para o Tribunal

Segundo o secretário estratégico de tecnologia da informação e comunicação, Marcelo Rech, com a plataforma SEI o TCE eliminará trâmites em meio físico, resultando em celeridade nos processos de trabalho, na atualização de informações em tempo real, na valorização das decisões internas e na melhoria na gestão de recursos, além de mais organização, segurança e racionalização de sistemas.

Os servidores Francisco de Assis Júnior e Sormany Brilhante, representantes dos TCEs de Tocantins e Roraima, coirmãos e parceiros do TCE-RO no processo de implementação do sistema, expuseram tópicos sobre a experiência daqueles Tribunais na utilização do SEI. Também informaram sobre o cronograma de atividades de orientações que serão repassadas por eles em conjunto com a comissão do TCE para os demais servidores.

Os servidores dos TCs de Tocantins e Roraima, Francisco de Assis  e Sormany Brilhante, repassaram a experiência daquelas instituições no uso do sistema
Os servidores dos TCs de Tocantins e Roraima, Francisco de Assis e Sormany Brilhante, repassaram a experiência daquelas instituições no uso do sistema

Além dos Tribunais de Contas de Rondônia, Tocantins e Roraima, os TCEs do Amazonas, Acre, Ceará e Rio Grande do Sul participarão da ação conjunta em parceria com o TRF4 e com o Instituto Rui Barbosa (IRB) para a implementação e utilização do sistema SEI.

CRONOGRAMA

Em abril deste ano, foi instituída a comissão para a implementação do o Sistema Eletrônico de Informações (SEI) no TCE. A comissão é composta por servidores da Secretaria Estratégica de Tecnologia da Informação e Comunicação (Setic) e da Secretaria-Geral de Administração (SGA).

O sistema passará a ser utilizado a partir de 1º de junho próximo, logo após o repasse de orientações, que será feito ao longo desta semana, na sala I da Escola Superior de Contas (Escon), com a seguinte programação:

  • Quarta-feira (23/5) –Servidores da Presidência, Gabinetes, SPJ e Seplan;
  • Sexta-feira (25/5) – Servidores da Corregedoria, Ouvidoria, Setic e Escon.

Todos os novos documentos e processos administrativos serão criados, revisados, versionados, assinados e tramitados dentro do SEI, substituindo, assim totalmente o Gedoc e parcialmente o Minuta (neste caso, apenas para novos documentos administrativos).

Já em setembro, os processos autuados até 31 de maio de 2018 deverão estar arquivados, sobrestados no setor ou digitalizados e transferidos para o SEI.

O QUE É

O SEI já foi disponibilizado pelo TRF4, de modo gratuito, a mais de 360 instituições públicas das esferas federal e estadual. O sistema é acessível por meio de dispositivos móveis (telefones celulares, “tablets”, entre outros), e permite ainda o compartilhamento e o histórico das informações. Assim, os dados da instituição deixam de ser privados ou do conhecimento de uma só pessoa, permitindo que cada setor documente suas rotinas de trabalho e torne possível a qualquer servidor o entendimento do funcionamento da unidade, assegurando, ainda, maior transparência.

Sistema Minuta Eletrônica ganha novas funcionalidades

Dentro da proposta de atualização do sistema de Minuta Eletrônica, a Secretaria Estratégica de Tecnologia da Informação e Comunicação (Setic), alinhada ao objetivo estratégico do TCE-RO no que se refere ao fortalecimento da estrutura tecnológica e da gestão da informação, promoveu uma série de melhoramentos nessa ferramenta tecnológica, disponibilizando-os a todos os usuários do Tribunal.

As melhorias estão descritas em documento próprio, denominado “changelog” (acesse aqui), no qual são especificadas as novas funcionalidades disponíveis a todos os setores, sendo que algumas visam atender a Secretaria-Geral de Administração (SGA) e também a Secretaria de Processamento e Jurisprudência (SPJ).

Novo módulo a ser implementado no Sigap é apresentado aos servidores

Foram apresentadas aos servidores do TCE-RO, na sala 1 da Escola Superior de Contas (Escon), funcionalidades que integram o novo módulo do sistema Sigap, denominado “Sigap Pessoal”, que será lançado em breve, através da Secretaria-Geral de Controle Externo (SGCE).

A nova função foi desenvolvida a partir de uma parceria entre a Secretaria Estratégica de Tecnologia da Informação e Comunicação (Setic), por meio da Coordenadoria de Sistemas de Informação (CSI), a Comissão de Reestruturação de Sistemas da SGCE e o Ateliê de Software, onde atua a empresa contratada pelo TCE para desenvolver novos programas.

O novo módulo tem o objetivo de recepcionar, de forma eletrônica e estruturada, os dados dos órgãos jurisdicionados relativos à folha de pagamento, cadastro de servidores ativos e inativos, bem como contratos de terceirização.

O Sigap Pessoal está previsto para entrar em funcionamento no mês de setembro, após os testes piloto a serem realizados em órgãos jurisdicionados. Em seguida, com implantação total, as unidades jurisdicionadas terão um prazo de 90 dias para começar a enviar as informações através do módulo.